May 20, 2024
Política

Governo Federal libera R$ 324,3 mi para ajuda a vítimas da seca no Amazonas

Governo Federal libera R$ 324,3 mi para ajuda a vítimas da seca no Amazonas Foto: reprodução

Governo Federal destina R$ 225 milhões para municípios do Amazonas enfrentarem a seca

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, assinou nesta segunda-feira (16) uma portaria liberando R$ 225 milhões para os municípios do Amazonas lidarem com a forte seca que assola o estado. Essa medida faz parte das ações do governo para garantir assistência e apoio à população durante e após a emergência.

Do montante total, R$ 102,3 milhões serão enviados em uma única parcela, enquanto os outros R$ 122,7 milhões serão incorporados em parcelas a partir de novembro de 2023 para 59 municípios. Além disso, o prefeito de Rio Preto da Eva e presidente da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), Anderson Souza, anunciou a destinação de R$ 100 milhões adicionais.

A ministra Nísia Trindade ressaltou a importância de fornecer recursos para garantir a atenção primária à saúde nos municípios mais afetados. Lábrea, Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira serão beneficiados imediatamente com recursos para a atenção primária, enquanto outros municípios receberão recursos de média e alta complexidade.

Além dos recursos financeiros, o Ministério da Saúde também se comprometeu a fornecer apoio em casos de emergências em saúde e a investir na atenção primária e especializada por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A ministra destacou ainda a importância de preparar o país para emergências sanitárias, considerando a diversidade das realidades brasileiras.

O Ministério das Cidades também destinará R$ 100 milhões, sendo R$ 12 milhões para Manaus, para auxiliar no enfrentamento da seca.

O governo federal tem adotado uma série de medidas para ajudar o estado do Amazonas e outros municípios afetados pela seca, incluindo o envio de kits calamidade para atender a população e medicamentos para intubação orotraqueal. Além disso, estão sendo realizadas ações de defesa civil, dragagem de rios, antecipação de benefícios e aumento do efetivo de combate a incêndios.

Diante da situação da seca e das queimadas, recomenda-se à população evitar ficar próximo às áreas de queimadas, lavar mãos e rosto regularmente, fechar portas e janelas para evitar a entrada da fumaça, manter os ambientes umidificados e ventilados, aumentar a ingestão de água, evitar exposição ao ar livre e utilizar máscara. Essas medidas visam proteger a saúde das pessoas diante dos impactos causados pela seca e fumaça.

Com informações do Ministério da Saúde.

About Author

Redação 2