May 18, 2024
Manaus

Indígena estupra primo de 8 anos em Tefé; criança foi encontrada pela mãe em estado de choque

Indígena estupra primo de 8 anos em Tefé; criança foi encontrada pela mãe em estado de choque Foto: divulgação

Na última segunda-feira, 15, um episódio chocante veio à tona em Tefé, Amazonas, onde a Polícia Civil do estado, em uma operação conjunta com a Delegacia Especializada de Polícia (DEP) da localidade e o suporte da Guarda Civil Municipal (GCM), conseguiu deter um jovem indígena de 24 anos. Surpreendentemente, ele é acusado de um ato horrendo: o estupro de um menino de 8 anos, que é seu primo. Este triste evento ocorreu numa remota área da comunidade São Conrado 2, situada na zona rural do município.

Detalhando os eventos, a delegada Nathalia Oliveira, destacada na DEP de Tefé, narrou como o menor havia inicialmente deixado sua residência para participar de uma partida de futebol com outras crianças da localidade. Em um dado momento, um lance do jogo enviou a bola para próximo de uma árvore, isolada. Foi quando o menor, buscando a bola, notou seu primo correndo em sua direção. Tomado pelo pânico, ele tentou se esconder sob uma mesa, contudo, foi inutilmente interceptado pelo agressor, que o silenciou e arrastou para a profundidade da mata. Lá, o agressor violou a inocência do menor ao abusar sexualmente dele, e ainda assim, de maneira perversa, solicitou ao menino que mantivesse o ocorrido em segredo.

A história veio à luz quando a mãe, preocupada, foi buscar o filho no campo de futebol para o almoço e o encontrou em prantos e visivelmente abalado. Diante da inquietação materna, a criança revelou o abuso sofrido pelas mãos do próprio primo. Sem perder tempo, a mãe agiu imediatamente, buscando ajuda médica e notificando a polícia sobre o crime terrível que havia sido cometido contra seu filho. Durante um depoimento especial, a criança descreveu com detalhes os abusos que sofreu, expressando um desejo veemente de que seu primo fosse responsabilizado.

No seguimento dos eventos, o menino foi submetido a um exame de corpo de delito, que infelizmente confirmou o abuso sexual através de coito anal. A criança, agora sob os cuidados do Conselho Tutelar e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Tefé, está recebendo cuidados interdisciplinares para seu restabelecimento emocional e físico após o abuso.

Após diligências, o acusado foi localizado com a crucial ajuda da Guarda Civil Municipal e encaminhado para a DEP de Tefé, onde lhe foi decretada prisão preventiva. Enquanto aguarda julgamento, este caso permanece como um triste lembrete do trabalho constante que ainda é necessário para proteger nossas crianças e garantir que os culpados sejam justamente punidos. Este relato foi fornecido pela Polícia Civil do Amazonas, enfatizando a colaboração interinstitucional que levou à rápida resposta a esse ato infame.

Fonte: https://folhadesorocaba.com.br/de-volta-sorocaba-reinaugura-unidade-do-sabe-tudo-conect-apos-anos-de-inatividade/

About Author

redacao