May 18, 2024
Manaus

Governo do Amazonas firma parceria com construtoras visando impulsionar mercado imobiliário

Governo do Amazonas firma parceria com construtoras visando impulsionar mercado imobiliário Foto: divulgação

Amazonas – As renomadas construtoras Capital, Direcional, Terra Andina, MRV e RD propuseram 13 projetos habitacionais com um total de 1.106 unidades, destinadas às famílias participantes do programa “Amazonas Meu Lar”. Esses projetos também contemplam a iniciativa “Subsídio Entrada do Meu Lar”. Através dessa parceria, o Governo do Amazonas complementará o sinal de entrada exigido pela comprador de um imóvel financiado com a ajuda do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), do programa Minha Casa, Minha Vida.

O titular da Sedurb, Fausto Santos Júnior, destacou que tal parceria, além de solucionar a falta de moradia, impulsionará significativamente a economia, com promissoras expectativas para os próximos anos.
“A partir desse incentivo para as construtoras, estaremos estimulando a economia de maneira significativa. Isso se dá pelo aumento de empregos e a injeção de 4 bilhões de reais na economia, referente ao investimento previsto nos próximos anos do programa”, ressaltou o Secretário.

O “Amazonas Meu Lar” é conduzido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb) e é implementado pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), Superintendência de Habitação (Suhab) e Secretaria de Estado de Cidades e Territórios (Secti).

Este recurso será adicional ao valor de entrada do imóvel financiado diretamente com as construtoras. Para famílias na Faixa 1, com renda bruta mensal de até R$ 2.640,00, o subsídio será de R$ 35 mil. Para a Faixa 2, com renda bruta mensal entre R$ 2.640,01 e R$ 4.400,00, será de R$ 30 mil. Para as famílias da Faixa 1, o valor máximo do imóvel financiado será de R$ 198 mil. Já para a Faixa 2, será de R$ 240 mil.

O vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas (Ademi), Hélio Alexandre, salientou que a iniciativa favorecerá o mercado imobiliário, já que o valor de entrada é determinante para dar continuidade ao processo de compra. “Manaus é uma cidade onde as pessoas gostam de comprar imóveis, mas a falta do sinal de entrada dificultava. Isso beneficiará o mercado, gerando mais empregos e viabilizando mais moradias”, disse Alexandre.

Sobre as famílias contempladas, estas sairão de uma lista de 162 mil pré-cadastradas no programa. No momento, está em processo a análise de dados para classificação conforme os critérios de prioridade do “Amazonas Meu Lar”.

A lista de projetos habitacionais credenciados estará disponível no site do programa www.amazonasmeular.am.gov.br. Os selecionados poderão escolher o apartamento e, depois, entrar em contato com a construtora/incorporadora. Posteriormente, serão encaminhados a um correspondente bancário para fazer a análise de crédito necessária.

Em 2023, o governador Wilson Lima lançou o “Amazonas Meu Lar”, o maior programa habitacional da história do estado. Avaliado em R$ 4,7 bilhões para serem executados nos próximos anos, o programa prevê 24 mil soluções definitivas para a população de baixa renda, incluindo 22 mil novas unidades habitacionais e a regularização de 33 mil propriedades através da entrega de títulos definitivos.

Fonte: https://cm7brasil.com/noticias/politica/parceria-entre-construtoras-e-governo-do-amazonas-deve-impulsionar-mercado-imobiliario/

About Author

Redação 2