April 25, 2024
Manaus

Desenrola Brasil renegocia dívidas totalizando R$ 35,6 bilhões

Desenrola Brasil renegocia dívidas totalizando R$ 35,6 bilhões Foto: divulgação

Com o fim do prazo se aproximando (faltam cerca de 40 dias), o programa Desenrola Brasil já conseguiu renegociar dívidas em um montante que alcança a cifra de R$ 35,6 bilhões, conforme informações divulgadas nesta terça-feira (20) pelo Ministério da Fazenda. Num total, aproximadamente 12 milhões de cidadãos brasileiros teve a oportunidade de refinanciar 17 milhões de débitos, resultando na retirada desses valores dos cadastros negativos, além de reparcelar ou quitar integralmente suas dívidas.

Os números apresentados são referentes até o dia 18 de fevereiro. As propostas de negociação seguem abertas para a faixa 1, que engloba pessoas com renda de até dois salários mínimos ou registradas no Cadastro Único para Programa Sociais (CadÚnico) do governo federal e também dívidas que não ultrapassam R$ 20 mil.

De acordo com o divulgado pelo Ministério da Fazenda, entre as pessoas pertencentes à faixa 1, 1,6 milhões de cidadãos conseguiram renegociar um total de R$ 9 bilhões em débitos. O valor para essa categoria teve uma significativa redução, caindo para R$ 1,2 bilhão, após o desconto médio aplicado de 87% pelo programa Desenrola Brasil.

Os R$ 1,2 bilhão restantes em dívidas, R$ 222,8 milhões se referem a dívidas quitadas de uma única vez e R$ 977,2 milhões foram reparcelados. A faixa 1 esteve envolvida em um total de 3,57 milhões de acordos que englobaram serviços financeiros, eletricidade, comércio varejista, educação, telecomunicações, saneamento entre outros setores.

Analisando a distribuição por estado, São Paulo destaca-se com o maior volume de negociações na faixa 1. Desde outubro do ano anterior, quando os refinanciamentos para essa faixa começaram, 400 mil paulistas renegociaram R$ 2,3 bilhões, que foram reduzidos para R$ 305 milhões.

Rio de Janeiro é o estado em segundo lugar no ranking de mais negociações na faixa 1, com 181 mil cidadãos renegociando R$ 1 bilhão, que foi reduzido para R$ 125 milhões. Sendo seguido por Minas Gerais, onde 135 mil pessoas beneficiadas negociaram R$ 781 milhões que diminuíram para R$ 111 milhões.

Considerando os municípios, 30 cidades compõem 38% das negociações na faixa 1, equivalente a 614 mil pessoas que viram suas dívidas serem reduzidas para R$ 468 milhões após os descontos.

A cidade de São Paulo lidera em volume negociado, com uma soma de R$ 100 milhões e 130 mil pessoas. Em seguida, temos o Rio de Janeiro, com uma quantia de R$ 52 milhões representando 73 mil pessoas. Brasília aparece com R$ 31 milhões e 39 mil pessoas e, por último, temos Manaus e Fortaleza com R$ 28 milhões e 30 mil pessoas e R$ 24 milhões e 34 mil pessoas, respectivamente.

Como novidade recente, desde a última quinta-feira (15), o Desenrola Brasil passou a apresentar a opção de ser acessado pelo site da Serasa Limpa Nome. Com a integração destas plataformas, os usuários cadastrados na Serasa já podem ser redirecionados para o site do Desenrola Brasil. Neste, é possível verificar as dívidas e realizar os pagamentos nas condições oferecidas pelo programa, sem necessidade de fazer um novo acesso.

A partir do dia 29 de janeiro, para as pessoas com perfil bronze no Portal Gov.br, foi permitido o parcelamento de dívidas no Desenrola. Anteriormente, esses perfis tinham a possibilidade de quitar o valor total eliminando uma vez. Com tal mudança, o número de usuários com perfil bronze alavancou de 19% para 40% das negociações diárias.

Informações fornecidas através da Agência Brasil.

Fonte: https://portalmanausalerta.com.br/dividas-renegociadas-no-desenrola-brasil-somam-r-356-bilhoes/

About Author

redacao