May 20, 2024
Manaus

UBS Frank Calderón promove campanhas de prevenção à sífilis, ao câncer de mama e do colo do útero

UBS Frank Calderón promove campanhas de prevenção à sífilis, ao câncer de mama e do colo do útero


Divulgação / Semsa

Como parte da programação das campanhas Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama e ao câncer do colo do útero, e Outubro Verde, de prevenção e controle da sífilis, a Prefeitura de Manaus, via Unidade Básica de Saúde (UBS) Frank Calderón, no bairro Crespo, na zona Sul, promoveu ação educativa na manhã desta sexta-feira, 14/10, com palestras e intensificação na oferta de exames e consultas.

A programação foi realizada como parte do “Dia D” do Distrito de Saúde (Disa) Sul, da Prefeitura de Manaus, para o Outubro Rosa e o Outubro Verde, alertando a população para a realização do exame clínico de mama, do exame de mamografia, exame preventivo e teste rápido para sífilis.

Durante a programação, a diretora do Disa Sul, Jucinara Rodrigues, destacou a importância das ações das duas campanhas para a prevenção de doenças.

“A nossa principal bandeira é pela prevenção e a detecção precoce das doenças. O câncer de mama e câncer do colo do útero, quando detectados precocemente, têm mais de 90% de chances de cura. Em relação à sífilis, o diagnóstico precoce é essencial especialmente quando se trata de gestantes. Tendo o diagnóstico, as gestantes podem realizar o tratamento e evitar a sífilis congênita, quando ocorre a transmissão da doença da mãe para o bebê durante a gestação”, explicou Jucinara.

A sífilis é causada pela bactéria Treponema pallidum e pode ser transmitida por meio da relação sexual (adquirida ou em gestantes) ou da transmissão vertical, da mãe para o feto (congênita).

Este ano, até 30 de setembro, o município de Manaus notificou 2.889 casos de sífilis adquirida, 1.189 casos de sífilis em gestantes e 220 casos de sífilis congênita.

Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), quando a gestante realiza o pré-natal, a orientação é que o teste rápido para sífilis seja feito na primeira consulta, preferencialmente ainda 1º trimestre de gravidez, com um novo exame no 3º trimestre da gestação, assim como no parto, independente dos resultados de exames anteriores, e também em caso de aborto.

Segundo a enfermeira Solange Sales, técnica responsável pelas ações de controle do HIV/Aids no Disa Sul, a sífilis em gestantes, sem o diagnóstico precoce e sem tratamento, pode levar ao aborto, parto prematuro e a criança pode ter perda auditiva, problemas cardíacos e apresentar deformidades ósseas, entre outros problemas de saúde.

“O ideal é que a gestante inicie o pré-natal logo no início da gravidez, assim que há a falta da menstruação. No pré-natal a sífilis é facilmente detectada porque a Unidade de Saúde faz o teste rápido e inicia o tratamento, que é extremamente simples e efetivo, consistindo em três doses de injeção de penicilina benzatina”, afirmou a enfermeira.

A rede municipal de saúde conta com 194 Unidades de Saúde que oferecem o teste rápido de sífilis, procedimento de fácil execução, com leitura do resultado em no máximo 30 minutos, sem a necessidade de estrutura laboratorial. A recomendação é que as pessoas sexualmente ativas façam o teste para sífilis rotineiramente. “Além disso, as Unidades de Saúde dispensam preservativos gratuitamente para a população”, informou Solange Sales.

A diretora da UBS Frank Calderón, Odimar Cabral, lembrou que as ações de prevenção e controle são executadas na rotina de atendimento das Unidades de Saúde durante todo o ano, sendo que a campanha do mês de outubro é uma forma de reforçar o alerta e divulgar as informações junto aos moradores do bairro Crespo.

“Todos os anos fazemos essa programação, envolvendo todos os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, dentista, técnicos de enfermagem, chamando a atenção para a prevenção do câncer de mama e de colo de útero, assim como em relação à sífilis. Durante o ano, a comunidade já participa de ações educativas, então os usuários da UBS têm informações sobre os serviços, mas ainda é importante intensificar esse trabalho”, explicou a diretora.

Para a operadora de caixa Joiciane Marques, de 29 anos, que faz pré-natal na UBS Frank Calderón, a ação educativa é muito importante para aprender mais sobre a prevenção de doenças.

“Quando a gente fica grávida, tem que fazer o teste rápido, mas não sabia antes de ficar grávida que a sífilis passa para o bebê, e acho que importante compreender sobre o que pode acontecer com a criança se a pessoa tiver a doença”, declarou Joiciane.

Além do Dia “D” do Disa Sul, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizará a programação no Disa Rural no dia 20, e vai promover ações nos Disas Norte, Leste e Oeste até o final do mês de outubro.

“É mais uma estratégia para alertar e estimular as mulheres para a realização do exame preventivo e de mamografia”, informou a técnica do Núcleo de Divisão de Saúde da Mulher da Semsa, enfermeira Veranice Souza.

Source

About Author

redacao