May 20, 2024
Manaus

Manaus, cidade conhecida como ‘fofoqueira’, comemora 354 anos com Teatro Amazonas azul: descubra os fatos por trás desta história

Manaus, cidade conhecida como ‘fofoqueira’, comemora 354 anos com Teatro Amazonas azul: descubra os fatos por trás desta história Teatro Amazonas era azul, em 1981. — Foto: Reprodução/Manaus de Antigamente

Manaus, a cidade “fofoqueira”, completa 354 anos de história nesta terça-feira (24). Situada no coração da Floresta Amazônica, a capital amazonense é conhecida por seu crescimento durante a época da borracha no século XIX e por sua importância histórica como pioneira em diversos acontecimentos.

Entre as histórias que cercam Manaus, destaca-se a tradição de fofocas que remonta ao século XIX. Segundo o historiador Fábio Augusto, jornais especializados em mexericos surgiram no final do século, e os manauaras eram conhecidos por suas fofocas pesadas. Nomes curiosos como A Marreta, A Lanceta e A Farpa ilustram esses periódicos.

Outra curiosidade é a demorada comunicação da cidade com o restante do Brasil, devido ao transporte fluvial. O historiador Otoni Mesquita revela que fatos importantes, como a Proclamação da República em 1889, demoravam dias para chegar a Manaus. Por esse motivo, os manauaras comemoravam a data seis dias depois.

Há também o mito de que Manaus foi a primeira cidade do país a receber energia elétrica. O historiador Fábio Augusto desmente essa informação, afirmando que a capital amazonense não foi nem a primeira, nem a segunda cidade do Brasil a ter luz elétrica. Campos dos Goytacazes (RJ), Rio Claro (SP) e outras cidades já possuíam esse tipo de energia antes de Manaus.

Outra história que circula é a de que as famílias ricas lavavam suas roupas em Paris durante a época da borracha. No entanto, Fábio Augusto esclarece que isso não passa de um boato, e que as famílias mais abastadas utilizavam as lavanderias da própria cidade. A ideia de lavar roupas na Europa foi criada para enaltecer a época áurea do comércio da borracha.

Um fato real é que a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) é reconhecida como a universidade mais antiga do Brasil. Fundada em 1909, a instituição oferecia diversos cursos, diferenciando-se das faculdades de ensino superior já presentes no país desde o início do século XIX.

Outra curiosidade é a cor do famoso Teatro Amazonas. Durante os anos 1970, o teatro foi pintado de azul, porém, após um estudo de restauração, descobriu-se que a cor original era rosa. Desde então, a suntuosa construção voltou ao seu tom característico.

Outra particularidade de Manaus foi a existência de um bairro flutuante nas proximidades da Feira da Manaus Moderna, na década de 1950. O “cidade flutuante” era composto por casas que boiavam no Rio Negro e abrigava comércios, restaurantes e outros estabelecimentos. Contudo, em 1966, o bairro foi demolido pelo então governador do Amazonas, Arthur Reis, que considerava a área uma “vergonha para a civilização e desenvolvimento de Manaus”.

Por fim, Manaus abriga o maior porto flutuante do mundo, o Porto de Manaus, Roadway. Essa estrutura é essencial para a economia do estado e possui grande valor histórico, sendo tombada pelo Iphan.

Com tantas histórias interessantes e curiosidades, Manaus se destaca como uma cidade rica em cultura e tradições. Ao completar 354 anos, a capital amazonense celebra sua história e continua a encantar moradores e visitantes com sua exuberância e singularidade.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/24/cidade-fofoqueira-e-teatro-amazonas-azul-saiba-o-que-e-verdade-na-historia-de-manaus-que-celebra-354-anos.ghtml

About Author

redacao