April 21, 2024
Polícia

Estudante do ensino médio é encontrada morta em escola estadual na Zona Leste de SP

Estudante do ensino médio é encontrada morta em escola estadual na Zona Leste de SP Foto: Reprodução/Facebook

Estudante de 17 anos morre após ser baleada dentro de escola em São Paulo

Uma tragédia abalou a Escola Estadual Sapopemba, localizada na Zona Leste de São Paulo, nesta segunda-feira (23). Giovanna Bezerra Silva, uma estudante de 17 anos, foi vítima de um tiroteio dentro da instituição. Além dela, outras três pessoas também foram feridas no ataque.

Giovanna, que estava no terceiro ano do ensino médio e residia próximo à escola, foi atingida na cabeça e chegou a ser levada ao Hospital Sapopemba, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos.

O incidente ocorreu por volta das 7h20 e as outras duas estudantes feridas, ambas com 15 anos de idade e do primeiro ano do ensino médio, encontravam-se na mesma sala do atirador. Um quarto aluno, de 18 anos, acabou machucando uma das mãos ao tentar fugir pela janela durante o ataque.

Analisando a situação, as autoridades apreenderam o adolescente responsável pelo ataque, de 15 anos, juntamente com a arma utilizada no crime, que era um revólver calibre 38 registrado em 1994 e pertencia ao pai do atirador. A polícia ainda não divulgou a motivação por trás da ação.

Giovanna era uma jovem talentosa e apaixonada por vôlei, como pode ser visto em seu perfil do Instagram, onde costumava compartilhar fotos praticando o esporte. Também havia vídeos dela e de seus amigos nos intervalos das aulas na Escola Sapopemba.

No domingo (22), um dia antes do trágico acontecimento, Giovanna postou uma foto de um passeio no Parque Água Branca, na Zona Oeste de São Paulo.

Quanto às outras duas alunas feridas, elas foram prontamente levadas ao Hospital Estadual Sapopemba. Uma delas passou por uma cirurgia após ser baleada no tórax, enquanto a outra foi atingida na clavícula. Felizmente, ambas receberam alta no início da tarde desta segunda-feira, de acordo com informações de uma amiga.

Em declaração à TV Globo, o pai de uma das vítimas relatou que recebeu uma ligação da filha por volta das 7h30, informando-o sobre ter sido atingida por um tiro. Ainda em estado de choque, ele compartilhou a conversa: “Eu falei: ‘que brincadeira é essa?’. Ela: ‘não, pai, é sério, eu tomei um tiro, tomei um tiro'”.

Diante dessa triste ocorrência, a gestão estadual lamentou profundamente o incidente e afirmou que a prioridade é oferecer todo o suporte necessário às famílias das vítimas.

O governador Tarcísio Freitas também se pronunciou, mostrando consternação diante de mais um caso de violência dentro das escolas estaduais de São Paulo. Ele expressou sua solidariedade às famílias e a todas as pessoas afetadas por essa triste situação.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2023/10/23/estudante-morta-em-escola-estadual-na-zona-leste-de-sp-tinha-17-anos-e-estava-no-3o-ano-do-ensino-medio.ghtml

About Author

Redação 2