May 20, 2024
Amazonas Manaus

Debate sobre a Cadeia da Castanha-do-Brasil na Amazônia é destaque no 4º Meetup Acelera

Debate sobre a Cadeia da Castanha-do-Brasil na Amazônia é destaque no 4º Meetup Acelera Quarto encontro do “Meetup Acelera” debate cadeia da Castanha-do-Brasil na Amazônia. — Foto: Patrick Marques/g1 AM

Quarto encontro do “Meetup Acelera” discute a cadeia de produção da Castanha-do-Brasil na Amazônia

Na tarde desta quinta-feira (9), em Manaus, o quarto encontro do “Meetup Acelera” deu voz aos protagonistas da cadeia produtiva da Castanha-do-Brasil na Amazônia. Promovido pela Fundação Rede Amazônica (Fram), em parceria com o Impact Hub Manaus e o Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam), o evento reuniu especialistas e representantes de organizações envolvidas nessa importante economia regional.

Entre os participantes, estavam membros da Cooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre (Cooperacre), responsáveis por compartilhar boas práticas de produção. A startup “Vem de onde?” também contribuiu para o debate, apresentando soluções em rastreabilidade. Já o Observatório da Castanha-da-Amazônia, uma rede de organizações dedicadas ao desenvolvimento da cadeia produtiva, trouxe suas pesquisas e mobilização de atores em busca de um mercado mais justo, que valorize as comunidades envolvidas.

Um dos presentes no evento foi o advogado e empresário Átila Denys, que tem se dedicado à produção da Castanha-Do-Brasil. Para ele, encontros como esse são fundamentais para a troca de conhecimentos e discussão de caminhos para a melhoria da cadeia.

“A castanha e o açaí são os produtos mais conhecidos da região. Agora, é importante valorizarmos a castanha, buscando a industrialização e a geração de valor agregado, como a produção de leite de castanha. Isso requer a estruturação de uma indústria e uma série de preparativos. Precisamos incentivar novos investidores na região e criar canais de comercialização para os nossos produtos”, afirmou Denys.

Mariane Cavalcante, diretora institucional da Fundação Rede Amazônica, destacou que o objetivo do evento é reunir os diversos atores envolvidos em cada cadeia produtiva para debater e buscar melhorias para o futuro.

“Sabemos que enfrentamos muitos desafios, e nosso propósito é exatamente esse. Apresentar alternativas, soluções e promover a conexão entre startups e a comunidade. É extremamente relevante ampliar essa discussão e disseminá-la para proporcionar maiores oportunidades”, ressaltou a diretora institucional.

Cavalcante informou ainda que haverá uma última rodada de debates do “Meetup Acelera” em dezembro de 2023.

Esse evento faz parte de uma série de encontros promovidos em conjunto pelo Idesam, Impact Hub Manaus e Fundação Rede Amazônica, com transmissão ao vivo pela AmazonSAT, Fundação Rede Amazônica e pela plataforma G1, além do canal da fundação no Youtube.

Fonte: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/11/09/cadeia-da-castanha-do-brasil-na-amazonia-e-debatido-no-4o-encontro-do-meetup-acelera.ghtml

About Author

redacao